Sindicato dos Estivadores e Trabalhadores em Estiva de Minerios do Rio de Janeiro - SETEMRJ

Sindicato dos Estivadores e Trabalhadores em Estiva de Minerios do Rio de Janeiro

Todas Notícias

Sindicato dos Estivadores e Trabalhadores em Estiva de Minerios do Rio de Janeiro - SETEMRJ
notícias 

ARMADORES BUSCAM OPÇÕES DE VOLUMES ADICIONAIS DE TRANSBORDO


Publicado em 30/11/2019

Armadores buscam opções para volumes adicionais de transbordo

Arquivo/Divulgação

Após o fechamento do terminal da Libra em Santos em março deste ano, os demais terminais de contêineres de Santos operaram com médias de utilização de berços entre 60% e 70% no terceiro trimestre de 2019, levando alguns armadores a buscar opções em outros portos para volumes adicionais de transbordo de carga. Um dos desafios, contudo, é avaliar quais portos estariam habilitados a realizar esse tipo de operação para os atuais navios de 330 metros de comprimento em operação na costa brasileira e, principalmente, para os navios com 366 metros que deverão aportar na costa brasileira nos próximos anos.

Na última sexta-feira (22), a CMA CGM e a Maersk anunciaram a reorganização do serviço Sirius/Bossa Nova, que conecta o Mediterrâneo à costa leste da América do Sul. O serviço semanal passará a contar com sete embarcações, uma menos que na configuração atual. As empresas vão descontinuar as escalas diretas de Málaga (Espanha) e Buenos Aires (Argentina). As alterações entrarão em vigor a partir do Maersk Lota, que partirá de Gênova na próxima segunda-feira (2).

Para Leandro Barreto, sócio da Solve Shipping, o cancelamento da escala em Buenos Aires para a redução da quantidade de navios empregados em um serviço não seria exatamente uma surpresa. Ele observa que os armadores já simulam essa possibilidade há mais de uma década, em razão do constante crescimento do tamanho dos navios e das consequentes limitações de calado e aumento dos custos operacionais no Rio da Prata. Barreto, porém, considera que essa conta nunca fechou, em razão dos grandes volumes de importação, do perfil da carga de exportação e dos custos com feeder e transbordo.

Historicamente, a Argentina sempre foi um grande importador de produtos manufaturados, enquanto nas exportações é um reconhecido fornecedor de carnes e frutas, com valor agregado e fretes maiores e mais sensíveis a transbordos. “Contudo, com a economia argentina em crise e as importações em queda no país vizinho, é possível que a conta comece a fechar também para outros serviços e o volume de transbordos no Brasil aumente”, avaliou Barreto.

Ao comunicar as mudanças nesse serviço, a CMA CGM esclareceu que irá transbordar em Salvador (BA) as cargas do Mediterrâneo com destino ao Rio da Prata e em Rio Grande (RS) as exportações argentinas com destino ao Mediterrâneo. Mesmo com a reorganização, o armador afirma que o serviço para os portos da Bacia do Prata será mantido com tempos de trânsito competitivos oferecidos pelo uso dos serviços de cabotagem da Mercosul Line, subsidiária do grupo CMA CGM.

A Solve Shipping percebe que a novidade está nos armadores já buscando alternativas a Santos para volumes adicionais de transbordo. “Esse fato corrobora com nossa análise de que Santos já estaria operando próximo de um limite de segurança”, salienta Barreto. Além das utilizações dos berços de atracação, atualmente cerca de 60% dos navios porta-contêineres que operam no cais santista necessitariam de um calado entre 14 e 16 metros para operar em plena capacidade, porém o calado oficial do porto é de 13,5 metros. Cada metro de restrição de calado significa cerca de 750 TEUs deixando de ser embarcados. Além disso, como o canal de acesso está limitado a navios de 340 metros, hoje não seria possível receber navios de 14 mil TEUs de capacidade.

Enquanto aguardam a definição do modelo de dragagem por parte do poder público para viabilizar a recepção dessa classe de navios, o que depende de pelo menos 16 metros de calado e constante manutenção da profundidade, os terminais continuam a investir. A DP World Santos estendeu o cais em 446 metros e, até o final do ano, terá um berço dedicado para celulose, deixando de compartilhá-lo com contêineres. A BTP arrematou parte da área STS-10, vem reforçando o piso para permitir o empilhamento de até seis contêineres em cada posição do pátio e está na iminência de encomendar novos guindastes. Já a Santos Brasil deve inaugurar, nos próximos 15 meses, mais 300 metros de cais e quatro guindastes.

tabela-utilizacao-bercos.pngCom a homologação da nova bacia de evolução para receber navios com 336 metros de comprimento em Itajaí (SC), a Portonave, que tem uma das melhores produtividades da costa brasileira, deve entrar nessa disputa. “Terminais reagindo mostram que outras oportunidades ao longo da costa começam a surgir e outros portos começam a atuar nesse nicho de transbordo”, comenta uma fonte que prefere não ser identificada.


fonte: não informado
 
[« voltar]   [índice de notícias]
Aniversariantes de Dezembro

MENSAGEM DE ANIVERSÁRIO



Aos estimados companheiros e companheiras, estivadores e funcionários(as)!
Que Deus possa proporcionar a todos(as) os(as) aniversariantes um dia muito especial, repleto de surpresas positivas, que lhes gerem alegrias ao lado de seus familiares e amigos, como também junto aos companheiros e as companheiras de trabalho, neste momento de renovação da fé, amor e paz em seus corações.
Que esta data comemorativa de mais um ano de vida possa ser desfrutada por muitos mais anos à frente, e com o nosso trabalho preservado e até ampliado, para isso devemos estar junto e comprometidos com a luta em defesa dos direitos e interesses da família estivadora e do povo brasileiro.
Que o Senhor Deus os abençoe neste e em todos os dias da vida de cada um dos aniversariantes, concedendo-lhes muitos anos de vida, amor no coração e fé.

Feliz aniversário, e parabéns!

A DIRETORIA DO SETEMRJ.


ASSOCIADOS



MARCO ANTÔNIO ALVES DOS SANTOS
ANTÔNIO APARECIDO DE SOUZA
MARCOS ANTÔNIO DE LIMA BORGES
WLADIMYR NOGUEIRA DA SILVA
MÁRIO LUIZ TORRES DA SILVA
ANDRÉ LUIZ VITAL NOGUEIRA
GERALDO DOS SANTOS
ELY LEONARDO DA SILVA
JOÃO CARLOS PEREIRA LOPES
LOURIVAL PEREIRA
JOSÉ RICARDO DOS SANTOS SILVA
SIDNEI SANTOS VIEIRA
EDSON CARNEIRO BARBOSA
LUZIMAR DE SOUZA MELLO
NARCISO VILLARINHO FILHO
VALCIMAR MARQUES DA SILVA
ELMO TOLEDO PEREIRA
CID PACHECO DE ARAUJO
MAURICIO DE CARVALHO
SERGIO LUÍS FERNANDES
MISTHN FLORENTINO DE SOUZA
PAULO RENATO GOMES DA SILVA
ANDRÉ LUIZ FERNANDES
MANOEL SÉRVULO S. RODRIGUES
PAULO ROBERTO TRIGUEIRO
SERGIO BRITO DOS SANTOS
MARCELO DA COSTA
JOSÉ NATAL TEIXEIRA
MANOEL NASCIMENTO DA S. SOARES
EDVALDO FERREIRA DO AMARAL
ÁLVARO JOSÉ DA COSTA LIMA
JOSE VALDEVINO DOS S. FILHO
ILSON VANDERLEI DE SOUZA
IVO ALVES DE ALCÂNTARA
JOELSON DE OLIVEIRA BONFIM
JANCERLEI DA CRUZ OLIVEIRA
PAULO ROBERTO M. BARBOSA
LUIZ FERNANDO SILVA
NORIVAL PEREIRA FILHO
LUIZ CARLOS FERNANDES
HERMÍNIO TEIXEIRA DOS SANTOS
ANTÔNIO PEREIRA DA SILVA NETO




Links Importantes



  • Entidade sindical de representação dos estivadores, tanto na relação de trabalho de avulso quanto na de vinculo empregatício a prazo indeterminado, seja dentro ou fora da área do porto organizado, como categoria profissional diferenciada, em consonância com a Lei 12.815.

  • Rua Antonio Lage, 42 - Saúde | Rio de Janeiro - RJ - Brasil | (21) 2516-9145 / 2516-2187 / 2253-5743 | correio@estiva-rj.com.br

Todos os Direitos Reservados © 2016 - SETEMRJ - by Endrio.com.br